Panteão de Paris

Panteão de Paris | O primeiro monumento construído em Paris

Uma arquitetura de tirar o fôlego que é uma mistura de grandeza e elegância e uma história que fascina além das palavras faz do Panteão de Paris um monumento icônico e uma atração imperdível. O fascínio por este marco vem de seu passado rico. Leia mais sobre o que é o Panteão de Paris, alguns fatos e histórias interessantes e o que o torna tão popular.

O que é o Panteão de Paris?

Panteão de Paris

O Panteão de Paris é um proeminente monumento neoclássico localizado no 5º arrondissement de Paris, França. Originalmente encomendado pelo Rei Luís XV para ser uma igreja em homenagem a Santa Genevieve, a padroeira de Paris, hoje funciona principalmente como um mausoléu para heróis franceses famosos. A gloriosa arquitetura panteônica — seu interior e a arte abrigada por ele é uma maravilha a ser contemplada. Mas a atração principal é a Cripta, que abriga os túmulos de indivíduos ilustres como Madame Curie, Louis Braille, Victor Hugo, e muitos outros. O Panteão é também considerado o primeiro grande monumento a ser construído em Paris e o primeiro que oferece uma vista panorâmica da cidade.

Planeje a sua visita ao Panteão de Paris

O que há dentro do Panteão de Paris?

  • O Panteão de Paris é muito amado por sua elegância arquitetônica, dotado de arcos altos, colunas e afrescos luxuosos. 
  • Ele ostenta vários mosaicos elaborados e pinturas primorosas que retratam cenas da história francesa, muitas das criações do proeminente pintor Puvis de Chavannes.
  • Confira esculturas de mármore de Pierre-Jean David d'Angers de patriotas pós-Revolução.
  • Veja a Terra girando com o pêndulo de Foucault.
  • Visite a Cripta para ver os túmulos de escritores, poetas, cientistas, políticos e figuras de renome histórico.
  • Depois de percorrer o Panteão de Paris, siga em direção à peça de resistência - a cúpula do Panteão de Paris -para desfrutar a vista panorâmica incomparável da cidade.

História do Panteão de Paris

História Panteão de Paris

O Panteão

Construído no Monte Sainte-Geneviève em meados dos anos 1700, o Panteão foi concebido para ser uma igreja dedicada a Santa Geneviève. O rei Luís XV, que adoeceu gravemente em 1744, prometeu substituir a abadia mais antiga e construir uma igreja mais grandiosa se conseguisse se recuperar. A fundação foi lançada em 1758, mas devido a tensões financeiras, o Panteão não foi concluído até 1789. Nessa época, a Revolução Francesa já estava próxima, e um novo governo revolucionário estava em vigor. O Panteão de Paris foi ordenado a se transformar de uma igreja para um mausoléu.

Construção Panteão de Paris

A Construção

O Panteão de Paris foi inicialmente projetado por Jacques Germain Soufflot, que desejava combinar a simplicidade da arquitetura gótica com a estrutura grega clássica. No entanto, ele faleceu em 1780 antes que isso pudesse ser realizado. Jean Baptiste Rondelet assumiu o cargo de arquiteto e a construção da nova igreja foi concluída em 1790, durante a Revolução Francesa. Mais tarde, depois que a igreja foi transformada em mausoléu, foram feitas mudanças arquitetônicas por Quatremère de Quincy para que o interior parecesse mais escuro e mais solene.

Revolução Francesa Panteão de Paris

A Revolução Francesa

Quando a Revolução Francesa começou em 1789, somente a decoração do interior da Igreja de Santa Geneviève ficou para ser concluída. Em 1790, o Marquês de Villette propôs que fosse feito um templo dedicado à liberdade, como o Panteão em Roma. Em 1791, após a morte do Comte de Mirabeau, o Presidente da Assembleia Nacional Constituinte, a ideia foi adotada; a igreja tornou-se um templo da nação. As cinzas de Voltaire, mártires revolucionários como Jean-Paul Marat, o filósofo Jean Jacques Rousseau, e muitos outros foram colocadas no Panteão.

Templo Panteão de Paris

De Igreja a Templo

Napoleão Bonaparte restaurou o Panteão para virar uma igreja durante seu reinado. Após sua queda em 1816, Luís XVIII da França restaurou todo o Panteão, incluindo a cripta da Igreja Católica. Nos anos seguintes, a cada novo governo, o status do Panteão mudou. Em 1848 assumiu a designação de "O Templo da Humanidade", sob o governo eleito da Segunda República Francesa e o da "Basílica Nacional", sob Napoleão III. Finalmente, em 1881, foi aprovado um decreto para transformar novamente a Igreja de Santa Geneviève em um mausoléu.

O "Outro" Panteão da Europa

O Panteão de Roma é sem dúvida o mais famoso dos dois Panteões, o que levou o Panteão de Paris a ser chamado de o "outro" Panteão da Europa. É fácil misturar os dois porque eles apresentam algumas semelhanças. Ambos os monumentos começaram como estabelecimentos religiosos e tornaram-se grandes atrações turísticas. A arquitetura e o design dos Panteões são quase iguais - apresentam colunas, uma cúpula e um frontão triangular. Isto porque o Panteão de Paris foi moldado a partir do original em Roma; o último data do século II, enquanto o primeiro é uma estrutura moderna construída nos anos 1700.

Destaques do Panteão de Paris

Arquitetura Panteão de Paris

Design Neoclássico

O arquiteto Jacques-Germain Soufflot imaginou o Panteão de Paris como um monumento moderno com elementos tradicionais, o que se torna evidente por seu estilo neoclássico. A grandeza arquitetônica do Panteão é exemplificada pela colossal Cúpula, uma combinação de três cúpulas dispostas uma dentro da outra; a rica fachada que apresenta colunas e esculturas coríntias e figuras de eminentes filósofos, cientistas e estadistas e as incríveis Grutas de Arte.

Arte do Panteão de Paris

Mosaicos e Pinturas

Os vastos interiores do Panteão parisiense ostentam magnificência gótica e estilo neoclássico. Os incontáveis mosaicos e pinturas de cenas da história francesa são um espetáculo a ser contemplado. A maioria dos afrescos aqui foram executados por Puvis de Chavannes e o mais notável de todos eles é o ciclo que retrata a vida de Santa Geneviève de Puvis. Os ciclos que contam histórias da vida de Joana D'Arc, os inícios do cristianismo e a monarquia na França também são imperdíveis.

Pêndulo Panteão de Paris

O Pêndulo de Foucault

Em 1851, o físico Léon Foucault suspendeu uma bola de metal no centro da cúpula, rodeada por uma "cerca de areia" acrílica redonda. Quando movida, o estilete da esfera deixa uma marca na fina camada de areia, e a cada passagem essa linha fica mais longa, provando o movimento da terra. Hoje, uma réplica do pêndulo de Eddy, banhada em ouro real, fica em seu lugar. O pêndulo original está exposto no Museu de Artes e Ofícios.

Criptas Panteão de Paris

A Cripta

A Cripta no Panteão de Paris é o local de descanso final para muitas personalidades francesas ilustres. Seus túmulos estão localizados em um porão subterrâneo. Entra-se na Cripta descendo uma das duas escadas laterais para chegar a uma área circular de câmaras que leva a um sistema de corredores. Aqui, começam as inúmeras capelas onde essas pessoas famosas estão descansando. Você reconhecerá facilmente os nomes, graças aos painéis com resumos sobre a vida e o trabalho de cada personalidade.

Quem está enterrado no Panteão de Paris?

A cripta do Panteão de Paris abriga os túmulos de eminentes personalidades francesas - 73 homens e 5 mulheres. Aqui estão alguns dos túmulos que você deve visitar:

  • Victor Hugo: Os restos mortais do poeta e romancista Victor Hugo foram colocados na cripta em 1885. Este foi o primeiro sepultamento em mais de cinquenta anos, após as muitas mudanças no status do Panteão.
  • Marie Curie: Conhecida por suas pesquisas pioneiras sobre radioatividade, Madame Curie foi a primeira mulher a ser enterrada no Panteão de Paris. Seu marido, Pierre, também está enterrado aqui.
  • Voltaire: Escritor e filósofo popular, Voltaire foi uma das primeiras personalidades a ser enterrada aqui. Após os rumores de que os restos mortais de Voltaire foram roubados por fanáticos religiosos em 1814, o caixão foi aberto em 1897, o que confirmou que seus restos mortais ainda estavam presentes.
  • Louis Braille: Inventor do sistema de leitura e escrita para deficientes visuais, o corpo de Braille foi transferido para o Panteão no centenário de sua morte.
  • Simone Veil: A sobrevivente do Holocausto, política e ativista dos direitos da mulher, é melhor lembrada por promover os direitos legais da mulher na França. Ela é uma das poucas mulheres a serem enterradas no Panteão.
  • Jacques-Germain Soufflot: O arquiteto-chefe do Panteão de Paris, Soufflot, foi enterrado no Panteão ao lado de Voltaire, após sua morte em 1780.

Planeje a sua visita ao Panteão de Paris

Horários
Como chegar
Horários Panteão de Paris

1 de abril a 30 de setembro: 10h às 18h30 (última entrada é às 17h45) 

1 de outubro a 31 de março: 10h às 18h (última entrada é às 17h15)

O Panteão de Paris está aberto todos os dias da semana. 

Fechamento: 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro, ou se estiver acontecendo uma missa.

Leia mais sobre os horários do Panteão de Paris
Endereço Panteão de Paris

O Panteão está localizado no Bairro Latino, em Paris, França.

Endereço: Pantheon, Place du Panthéon, 75005 Paris, França.

Encontre no Mapa

Saiba mais sobre como chegar ao Panteão de Paris

O que é o Panteão de Paris: Perguntas Frequentes

O que é o Panteão de Paris?

O Panteão de Paris, inicialmente construído como uma igreja, é um mausoléu que abriga os restos mortais de grandes cidadãos franceses.

Quando foi construído o Panteão de Paris?

O Panteão de Paris foi construído entre 1764 e 1790

O Panteão está localizadao em Roma ou Paris?

O Panteão de Paris está localizado em Paris, França. No entanto, o primeiro Panteão foi construído em Roma, entre 126-128 d.C.

Por que o Panteão de Paris é famoso?

O Panteão de Paris é famoso por seu estilo arquitetônico revolucionário e seus interiores. Mas, o mais importante, é famoso por ser um repositório dos restos mortais de grandes personalidades históricas francesas.

Qual é o estilo arquitetônico do Panteão de Paris?

O Panteão de Paris é construído no estilo neoclássico da arquitetura.

Quem projetou o Panteão de Paris?

O principal arquiteto do Panteão de Paris foi Jacques-Germain Soufflot. Foi concluído por Jean Baptiste Rondelet. Depois que a igreja foi transformada em mausoléu, mudanças arquitetônicas foram feitas por Quatremère de Quincy.

O que há dentro do Panteão de Paris?

Dentro do Panteão de Paris você vai encontrar uma cúpula de 83 metros de altura, colunas coríntias, mosaicos e pinturas de cenas da história francesa, o Pêndulo de Foucault, as Naves e a Cripta.

Quem está enterrado no Panteão de Paris?

Várias personalidades francesas eminentes estão enterradas no Panteão de Paris, entre as quais Madame Curie, Louis Braille, Voltaire, Simone Veil, Alexandre Dumas, Jean-Jacques Rousseau, e muitas outras.

Por que o Panteão de Paris foi construído?

O Panteão de Paris foi construído como uma igreja em honra de Sainte-Genevieve, o santo padroeiro de Paris, depois que o rei Luís XV se recuperou de uma doença.

O que é o Pêndulo de Foucault?

O pêndulo de Foucault foi um dispositivo revolucionário com o nome de seu criador, o astrônomo e físico francês, Léon Foucault. Ele foi concebido como um experimento para demonstrar a rotação da Terra.

O que é a cripta do Panteão de Paris?

A Cripta, localizada no subsolo da câmara subterrânea do Panteão de Paris, é o lugar de descanso final de muitos poetas, escritores, cientistas e estadistas franceses famosos.

Para que é utilizado o Panteão de Paris hoje em dia?

Hoje, o colossal Panteão de Paris é considerado um repositório secularizado ou mausoléu que abriga os restos mortais e túmulos de muitas personalidades francesas ilustres.

Quanto custa visitar o Panteão de Paris?

Os preços dos bilhetes para o Panteão de Paris começam em 11,50 euros.

O Panteão de Paris ainda é usado como igreja?

O Panteão de Paris ainda funciona como uma igreja e as missas são realizadas para a comunidade. Os visitantes podem visitar a missa todos os domingos às 10h30 e no sábado às 17h.

É possível tirar fotos dentro do Panteão?

A fotografia para fins pessoais é permitida. É estritamente proibido tirar fotos para vender ou ter lucro.

Saiba mais

Horários Panteão de Paris

Horários do Panteão de Paris

Endereço Panteão de Paris

Localização Panteão de Paris

Visita Panteão de Paris

Planeje a sua visita ao Panteão de Paris